Resenha #25 - The 100: Os Escolhidos


TÍTULO: The 100: Os Escolhidos

AUTORA: Kass Morgan

EDITORA: Galera Record

PÁGINAS: 288

SINOPSE: São escolhidos 100 delinquentes juvenis para uma missão de recolonização. A Terra não é mais como a conhecemos. Houve uma guerra nuclear que a assolou, de modo que os únicos humanos sobreviventes vivem agora em espaçonaves a quilômetros da superfície terrestre. Quando os recursos disponíveis nesse novo lar começam a ficar escassos, Clarke, uma órfã aspirante a médica; Wells, o apaixonado filho do chanceler; Bellamy, um rapaz impetuoso que faz qualquer coisa pela irmã; e Glass, que só quer reescrever sua história; ganham destaque. Eles participarão da expedição que pode salvar os humanos ou aniquilar completamente a sua existência.


  Se você já viu essa capa na livraria e gostou; leu esse título em algum site e curtiu; ou mesmo se acabou de ter o primeiro contato com o livro, saiba: Ele não é o que parece. Comigo foi assim, primeiro a capa me influenciou, a sinopse falava de viagens interestelares e ficção científica, o título também era bacana - embora o subtítulo da edição brasileira seja desnecessário - e não havia porquê não comprar o livro. Mas o enredo não é sobre pessoas vivendo a quilômetros da superfície da Terra em espaçonaves, é sobre um punhado de adolescentes e seus romances, dramas e incertezas.

  Mas é claro que eu não quero lhe privar dessa leitura. Essa é só uma advertência. Algo que eu queria ter recebido antes de conhecer a obra de Kass Morgan. A autora faz um bom trabalho no que se refere à descrição dos personagens e aos motivos pelos quais eles foram presos. Ela usa uma ferramenta bastante funcional, em que cada capítulo é focado o ponto de vista e a história - através de flashbacks - de um personagem distinto. Ela faz isso para quatro personagens (Clarke, Wells, Bellamy e Glass) e alterna seus capítulos em uma espécie de rodízio sem ordem necessária.

  Mas além desse ponto positivo alcançado, a autora fez com que o livro focasse apenas nesses quatro personagens. Dentre os outros 97 adolescentes na Terra (Glass não participou da expedição, ela foi a maneira pela qual a autora conseguiu mostrar o que acontece na nave enquanto os demais personagens estão na superfície do planeta) apenas de uns três ou quatro são citados nomes. A esmagadora maioria não faz a mínima diferença na história, o que revela uma falta grave de Morgan, que poderia abordar melhor a vida e história de mais alguns deles.

  Outro buraco do enredo é a escolha de delinquentes juvenis para a expedição de repovoamento do planeta. Ok, a espaçonave precisava se livrar do excesso de contingência e ao mesmo tempo receber informações sobre as condições de vida na Terra, mas eu realmente não vejo razão para não enviarem uma tropa de oficiais da nave. Com os adolescentes o que eles recebem é um sinal vital, que mostra se ainda estão vivos ou não; com os oficiais os resultados seriam maiores, afinal, mesmo que eles não tivessem meios de comunicação direta entre si, poderiam enviar relatórios, que seriam recebidos na nave da mesma maneira que eles conseguem receber os sinais vitais.

  Esses são os pontos que fazem o livro perder uma das suas cinco estrelas. As outras duas apagadas estão nessa condição por razões pessoais. Na verdade, uma razão só: Eu não gosto de drama adolescente. Caso este seja um tema que você goste de ler sobre, vai ter uma experiência de leitura melhor do que a minha. A autora foca mais no romance entre os personagens e em seus pensamentos fantasiosos do que no fato de a Terra estar uma zona. A política vigente na espaçonave também não é bem abordada pela autora, de modo que o leitor fica no escuro, tanto ao que se refere ao passado da Terra, quanto nos assuntos importantes que vigoram na nave.

  O livro termina bem, até revelando mais sobre essas questões aos leitores. Mas não é grande coisa. Acredito que seja apenas uma intencional maior abrangência de público no último terço da obra, para chamar mais leitores para o segundo livro da série. Mas eu não caio nessa de novo. Ainda há muitas coisas para serem reveladas, de modo que os próximos livros deverão ser, realmente, melhores; mas nada que me anime a gastar mais algumas horas de leitura. Portanto, para quem se interessou, vá em frente! E para quem, assim como eu, esperava mais do livro, disponha...

13 comentários :

  1. Desde que vi seu post sobre o seriado e vi o trailer que eu tenho essa dúvida também; pra que mandar um bando de adolescentes?!? É óbvio que vai dar merda e não acho que seja tão útil assim. No fim eu acabei colocando esse livro na minha lista, porque fiquei curiosa, mas agora que você explicou que não é o que eu esperava também... Blé! hahahaha Se eu quisesse ler drama adolescente, procuraria outro livro. Eu realmente achava que seria ficção científica.
    Ótima resenha!

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Hahaha, acho que a capa e a sinopse do livro enganam todo mundo. Tinha tudo pra ser uma ficção científica das melhores, no entanto...

    ResponderExcluir
  3. Arthur, se eu não me engano é a primeira vez que venho aqui e olha... Está de parabéns, não somente pelo visual do blog que é super organizado (isso conta muito) mas principalmente pela resenha que meudeus está maravilhosa. Eu já li muitas resenhas do livro e tinha ficado curiosa, até peguei varias vezes mas não comprei no final. Achei muito interessante o seu ponto de vista. Seus argumentos são bem estruturados, se antes eu tinha curiosidade com um certo receio, hoje eu tenho mais receio ainda.
    Não sei se leria, mas adorei a sua sinceridade e sua resenha.
    Sucesso!

    Ótimo final de ano!
    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Obrigado por reparar no que está além da resenha. Gastei quase um mês inteiro do ano passado (2013, estamos perto da virada então é bom frisar) fazendo o layout e meio que me orgulho de ter feito tudo sozinho - por mais que, se você passar o tempo suficiente por aqui, vai notar alguns defeitos que eu não consegui reparar...
    Quanto à resenha, fico feliz por você ter gostado. Procuro ser sincero em minhas análises, porque se fosse só pra elogiar eu não teria propósito para criar um blog. O livro não me agradou, mas quem sabe agrade outros; então o que faço é abrir os olhos daquele que, ao final da resenha, ainda se interesse na leitura do livro. Se esse for o seu caso, espero ter conseguido alcançar esse meu objetivo...
    Obrigado pela visita,
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  5. Oi Arthur, tudo bem???

    Achei a sua resenha bem interessante por que você mostra uma visão bem diferente do que eu tenho visto em algumas resenhas o que é um ponto positivo, porque só li resenhas positivas. Mas sinceramente não tenho tanta vontade de ler o livro apesar de gostar de dramas adolescentes... e pelo tema abordado, pelo menos a tentativa dele como pude observar ainda me resta alguma vontade bem distante... talvez eu venha comprar e ler, talvez não... vamos ver como ficará os próximos lançamentos... De qualquer forma achei a sua resenha produtiva e bem direta... Xero!!!

    ResponderExcluir
  6. Obrigado, Diana. (:
    Caso acabe lendo o livro, lhe desejo uma boa leitura. Depois venha me contar o que achou.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Oi Arhtur, tudo bem? Gostei da sua resenha, e como é a primeira resenha que leio dele, gostei de saber o que posso esperar. Entretanto, a história me chamou a atenção, apesar de realmente pecar focando demais apenas no drama das personagens. Enfim, espero poder ler em algum momentos, mas farei a leitura com ressalvas.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  8. Tive uma opinião diferente sobre o livro... também, li sem saber nada, então não aconteceu de ter expectativas frustradas, como você. Achei melhor a autora ter se focado em poucas personagens, odeio quando tenho que acompanhar detalhes das vidas de muitas pessoas, acabo me perdendo. E, pelo que entendi, mandaram os jovens porque o risco seria muito alto, como já estavam condenados à morte mesmo, se morressem já seria algo esperado. E gosto de drama adolescente! rs...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Oie, tudo bem?

    Nossa, eu adorei o livro. Concordo com a Juliana aqui em cima. A minha percepção e acho até que ficou claro no livro foi que o envio dos jovens foi, claro, por excesso de pessoas na nave, mas, principalmente, porque como eles já eram condenados e a Terra não estava "habitável", eles iriam "se ferrar"de qualquer jeito. Seria uma morte indireta. Achei que, claro, o livro é bem introdutório, mas conseguiu me pegar de jeito. Adorei a escrita da autora.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  10. Olá Arthur, eu já conhecia +/- o enredo por causa que assisti o primeiro episodio da serie baseada no livro, bom por ter assistido a serie ficou meio claro para mim que foi enviados os jovens porque eles já estavam condenados a morte e a viagem seria de grande risco para enviar oficiais e como eles teriam um "acompanhamento" para saber se tudo deu certo primeiro poderia enviar depois os oficias se a Terra já estivesse segura. Como gosto de drama adolescente acho que se ler vou gostar, vou deixar na minha listinha de desejados e quem sabe eu não acaba lendo =)

    Visite o blog "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  11. Oi Arthur, tudo bom?

    Enquanto lia a introdução da sua resenha, fiquei parecendo a Hermione nas aulas do Snape: mão pra cima, dizendo "eu" em voz baixa. HAHAHAHAHAHA Mas a sua resenha foi BEM surpreendente. Ainda não tenho esse livro, mas já quis comprá-lo muitas vezes. Não gosto muito de romances adolescentes, mas acho que daria uma chance para ele. Pode ser que eu goste, vai saber. Mas agora vou com um pé atrás! AHHAHAHAAH Parabéns pela resenha!!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, Arthur
    Obrigado pela advertência. Eu acompanhei a primeira temporada e preciso ver a segunda logo. E eu devo dizer que gostei bastante e todos mencionaram como a série é superior ao livro. Estamos sempre acostumados a ver o contrário que fiquei impressionado quando soube disso.
    Eu fico contente por ter sido alertado sobre o que encontrei para que não me decepcione como você. Devo dizer que ainda tenho interesse na leitura, mas estarei com menos expectativas! rs

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oiiii
    Me surpreendi com sua resenha, sempre vejo blogueiros falando super bem desse livro e nunca vi eles dizendo o que você falou. Mas ainda sim, quero ler esse livro, mas agora não vou ir com tanta expectativas.
    Adorei o blog e a resenha! Parabéns!

    Beijos
    http://sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir

DiscoDiVinil © 2012-2016 | Versão 3.0 | Todos os direitos reservados

Projetado e editado por Arthur Dias

Tecnologia do Blogger

http://i65.tinypic.com/j9ob41.png