Três Temas #7 - Bienal do Livro, Doctor Who e o Novo Integrante do Blog


  Durante os dias 22 a 31 de agosto deste ano acontece a 23ª Bienal do Livro de São Paulo. Não que vocês não saibam disso, sei que sabem e que, assim como eu, gostariam de estar lá nesse momento. Mas, já que não estamos, o que podemos fazer é pesquisar sobre o que estamos perdendo e tentar sentir o gosto distante desse evento fantástico. Para quem não sabe, a Bienal acontece, como o nome propõe, a cada dois anos e tem como algumas atrações as seguintes: Espaço com autores de Best-Sellers, lançamentos de livros, palestras, debates, seminários, encontro de fãs, prêmios e, claro, muitos e muitos livros!
  O maior motivo da minha frustração em não ir à Bienal é a participação de um dos meus autores favoritos (pelo menos, autor do meu livro favorito), Ken Follet (O Buraco da Agulha). Também queria comprar alguns dos livros que estão "mofando virtualmente" na minha lista de desejados do Skoob e conhecer outros autores incríveis que estarão presentes, como Harlan Coben, Eduardo Spohr, Laurentino Gomes e Cassandra Clare.

Quem sabe no ano que vem... Não, pera.
  Agora, deixando os desapontamentos de lado, há outro assunto muito importante que deve ser discutido no dia de hoje: A estréia da oitava temporada de Doctor Who! Não sei se já contei aqui, mas essa é minha série favorita e o episódio especial de natal do ano passado foi incrível, elevando todas as minhas expectativas para a nova temporada e tornando a minha crença de que Steven Moffat é um gênio ainda mais forte.

Expectativas altas para o novo Doutor. Allons-y! Geronimo! ???!
  "No início o propósito do blog não era ser exclusivamente literário, receberia resenhas de filmes, livros e jogos. Dessa forma, o título do blog acabou não tendo muito a ver com a literatura, mas foi escolhido de uma forma completamente não convencional: Eu (Arthur Dias), junto com um primo meu, escolhemos diversas palavras interessantes e montamos uma espécie de lista onde demos notas de 1 a 5 para cada nome formado. Assim, por esse método quase dadaísta, escolhemos o nome DiscoDiVinil, que recebera nota 4 (pois é, não tivemos nenhuma ideia nota 5. Não temos criatividade, fazer o quê?)" Esse texto pode ser encontrado na aba "Sobre" aqui do blog e fala de como eu e meu primo escolhemos o nome para esse blog que, inicialmente, receberia postagens de nós dois. Pois é... Depois de 2 anos ele resolveu dar as caras. Por enquanto, vocês precisam saber que ele se chama Iago e que, a princípio, postará em todas as colunas já existentes no blog e, possivelmente, criará outra. Sua primeira aparição será daqui uma ou duas semanas e ele mesmo se apresentará melhor.


13 comentários :

  1. Eu fui na estreia da oitava temporada de Doctor Who! Foi sensacional!!! :D
    Queria ir na Bienal de São Paulo, mas moro no Rio.
    Beijos

    http://itsfangirltime.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Na minha cidade não teve a estreia no cinema... ;/
    Já ouvi outras pessoas falando que o episódio foi incrível e que o Peter Capaldi estreou muito bem. Tentarei baixar o episódio o quanto antes!
    Obrigado pelo comentário e grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Já tentei assistir ao Doctor Who duas vezes, mas não rolou. Diz a lenda que é possível começar pela temporada de 2005, que é a parte mais recente. É verdade e vale a pena começar daí? Eu vi os dois primeiros episódios da primeira temporada, aquela antiga, e apesar de ter achado legal, não tive muita vontade de continuar.
    Não creio que o Laurentino vai estar na Bienal. Minha mãe é fissurada nele, mas a gente achou que ele não fosse. De qualquer forma, ele não estava no dia que nós fomos. ):
    Ai, essa Bienal... hahahah

    ResponderExcluir
  4. A lenda está correta. Tanto que foi isso que eu fiz, assisti primeiro as sete temporadas iniciadas em 2005 para só depois ir atrás dos episódios mais antigos. Depois de um tempo desanimei da série original, mas espero que a oitava temporada seja tão boa que até me dê vontade de voltar a assistir os episódios pioneiros.
    Então, não sei se ele estará, mas publiquei isso baseado na divulgação que encontrei no site da Bienal. Parece que ele vai estar presente em um dos últimos dias.

    ResponderExcluir
  5. Esquece o que eu disse, porque fiquei sabendo hoje que a temporada que eu vi foi essa de 2005 mesmo HAHAHAHAH Céus... Os efeitos são tão toscos. Parece programa muito mais antigo, por isso me confundi.
    Sim, ele estará no dia 31, eu chequei no site da Bienal.

    ResponderExcluir
  6. Sim, os efeitos são bem precários, mas o Russell T. Davies (diretor e roteirista da série em 2005) reabilitou a série a partir do praticamente-zero, e ainda com baixo orçamento. Se você quiser, para ter uma ideia de como a série fica depois (tanto em foco narrativo como em efeitos especiais) assista ao episódio especial de 50 anos da série - The Day of the Doctor. Só tome cuidado com os spoilers!

    ResponderExcluir
  7. Oi Arthur,
    Eu estava com tudo preparado pra ir à bienal mas tive um problema e acabei não indo =/ Fica pro ano que vem lá no RJ que eu espero conseguir aproveitar sem problemas. Doctor Who é uma das poucas séries que quero começar a assistir (além dela só mais 5 curtinhas) porque estou desistindo de seriados.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  8. Como eu queria ir na Bienal também, mas sou do Rj! rs
    Eu sou doida pra começar a assistir Doctor Who, mas são tantas temporadas, e eu já assisto mais de 30 séries... então imagina a preguiça que dá! rs

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Matheus, poxa, que pena... Não vai dar pra ir nem nos próximos dias? Espero que ano que vem você consiga ir na Bienal do Rio então. Quanto a mim, só em 2016 em SP mesmo (a viagem vai ser longa nos dois casos, mas em São Paulo eu terei onde ficar). Você não vai se arrepender de assistir Doctor Who. O começo é meio devagar, mas não chega a ser ruim; depois tudo vira uma grande wibbly wobbly timey wimey stuff...

    Fernanda, você assiste a 30 séries ao mesmo tempo?! Quer dizer, revesa episódios desse punhado de série e, ainda assim, consegue se lembrar de tudo o que acontece em cada uma delas? Eu não acho que assistir Doctor Who vai ser motivo de preguiça para você, mas sim uma razão a mais para se orgulhar.

    ResponderExcluir
  10. Puxa sou louca pra ir pra Bienal.. Mas esse ano nao rolou
    Doctor who ta na minha listinha de series pranassistr só falta tempo agora!
    http://foreverabookaholic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Camylla, obrigado pelo comentário. (:
    Espero que consiga cumprir as duas metas. Compartilho da sua ansiedade pela primeira e lhe asseguro da excelência da segunda.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  12. Bienal do Livro de São Paulo> Pretendo ir algum dia na minha! Eta dinheiro que não sobra kkkkk Soube que a visita de Cassie Clare por lá foi loucura. E aqui no RJ não ficou pra traz (tentei o autografo dela na Saraiva e não rolou =/)

    Doctor Who> Queria realmente saber por onde eu começo!!! Oo

    Primo do Arthur seja muito bem vindo!
    hahahaha

    Mais uma vez parabéns pelo blog Arthur =)

    Meu Mundo depois da Meia noite

    ResponderExcluir
  13. Olá, Myla!
    Ainda irei na Bienal do Livro de São Paulo também. Estou pensando em ir na que vai acontecer em 2016...
    Quanto a Doctor Who, é mesmo difícil saber por onde começar a assistir uma série que tem mais de 50 anos... Mas você pode iniciar pelas primeiras temporadas, de 1963; ou nas mais recentes, como eu fiz, que começaram a ser lançadas em 2005. Não há dificuldades em entender a história se você começar a assistir pelas novas temporadas, eles deixam tudo explicado, como se fosse uma série recém lançada.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

DiscoDiVinil © 2012-2016 | Versão 3.0 | Todos os direitos reservados

Projetado e editado por Arthur Dias

Tecnologia do Blogger

http://i65.tinypic.com/j9ob41.png