Três Temas #8 - Iago, Os Incríveis e Os Filmes de Terror Modernos


  Nem sei porque o Arthur me anunciou naquele post... Divulgou minha entrada como autor, disse que meu primeiro post sairia em uma ou duas semanas, e pra quê? Sabe que sou péssimo em redação, só comentei que seria bacana publicar num blog e já me acrescentou como colunista... Bom, vamos acabar logo com isso. Meu nome é Iago, tenho 17 anos e, se você quiser saber mais a meu respeito, pergunta no posto Ipiranga. Mais uma coisa, já quero deixar claro para todos os presentes, que não devem ser muitos, sou bem ruim em cumprir prazos, então não tomem por exemplo este, que consegui cumprir.

  Certo, é... segundo assunto (ou primeiro, sei lá). Creio eu que a maioria de vocês já deve ter visto The Incredibles, Os Incríveis aqui no Brasil. Eu gostava bastante daquele filme, provavelmente o primeiro filme de animação digital que eu vi. Se não, foi o que mais marcou a minha infância. Eu poderia falar sobre o enredo, a dublagem que eu acho perfeita, mas escolhi esse filme porque hoje, quase 10 anos após seu lançamento, eu ainda espero sua continuação. Eu me lembro muito bem de quando o vi pela primeira vez, já havia saído de cartaz fazia algum tempo, então quando o filme terminou eu pensei: “Que demais! Já deve tá pra sair a segunda parte!!”
  PORÉM, no mesmo ano de lançamento do filme, foi produzido também um jogo (Rise of the Underminer), o qual joguei na plataforma do Playstation 2. Era um dos meus jogos favoritos, e possibilitava a opção de dois jogadores (Sr. Incrível e Gelado). Eu e o Arthur zeramos esse jogo mais de 10 vezes. Sem exagero. Acho que ele tapou bem o buraco que o filme deixou.

Esse jogo é incrível! (Estou sendo redundante?)
  E, finalmente, terror moderno... quem me ajudou a escolher este tema foi o meu primo, que tem uma super habilidade de escolher imagens aleatórias. (Ele montou o banner desse Três Temas usando essa imagem do filme A Morte do Demônio - só que ele não sabia de onde era a imagem). Na minha opinião, os filmes de terror que realmente fazem efeito são aqueles que tem uma atmosfera extremamente pesada, ou aqueles que apelam para os sustos. Eu realmente prefiro esse segundo tipo, acho bem mais eficiente algo que te pega de surpresa.
  Agora, mais especificamente: A Morte do Demônio. Aquele filme não tem nada de apavorante, como a sua divulgação prometia. Sinceramente, eu dei boas gargalhadas, principalmente na parte em que o sósia do John Lennon professor cabeludo, escorrega naquele pedaço de bochecha. Mas não pense também que eu sou daqueles que preferem a versão de 1981, aquela chega a ser pior ainda. Se me perguntassem, diria que o Bozo levou uma bela surra:

Era pra ser terror ou comédia?
  Esses foram os três temas de hoje, sobre um filme bom, um filme ruim e um blogueiro iniciante. Espero que não tenham gostado da minha chegada, deixem suas opiniões nos comentários e nos veremos numa data arbitrária-e-não-próxima-do-futuro.


2 comentários :

  1. Oi, Iago! (:
    Eu acho que um bom filme de terror é aquele que mexe com você, criando uma atmosfera tensa ou que seja de terror psicológico. Acho esses filmes de susto sem graça; qualquer coisa que te pega de surpresa pode te assustar e vai ser apenas naquele segundo. Eu adoro filme de terror, mas vamos combinar que a maioria é bem trash hahahah Eu chamo de filmes "terrir".

    http://sobrelivroseletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Sinto muito Iago, mas gostamos da sua chegada !

    haha


    http://meumundodepois-da-meia-noite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

DiscoDiVinil © 2012-2016 | Versão 3.0 | Todos os direitos reservados

Projetado e editado por Arthur Dias

Tecnologia do Blogger

http://i65.tinypic.com/j9ob41.png